DRENAGEM PÓS OPERATÓRIA – PÓS CIRURGICA

É focada na prevenção das complicações pós cirúrgicas objetivando restaurar a funcionalidade, tendo um caráter estético e reabilitador do paciente globalmente, melhorando o quadro álgico, a ansiedade, o edema e a funcionalidade do paciente, o restabelecendo de uma maneira global.

Seguimos a recomendação do cirurgião responsável pela paciente, respeitando a conduta do mesmo, buscando contribuir para resultados significativos.

Benefícios:
– Eliminar o edema e hematoma pós cirúrgico;
– Anular o aparecimento de fibroses;
– Modelar o corpo;
– Melhorar a auto estima do paciente;
– Fazer com que ele retornar o mais rápido possível as suas atividades.

Liberação Tecidual Funcional (LTF): facilita o processo de reparo pós-lesão auxiliando o comportamento mecânico e físico dos tecidos, além da dinâmica dos fluídos teciduais. A técnica específica deve ser empregada precocemente na fase inflamatória, suprindo as demandas metabólicas do tecido, prevenindo que na fase de remodelamento tecidual, ocorram intercorrências como aderências e alterações de cicatrização. Tensões mecânicas aplicadas ao tecido em cicatrização fazem com que ocorra uma organização dos feixes de colágeno de forma mais natural, com mais elasticidade que quando não aplica tensão. Essa é a maneira mais eficaz e rápida de tratamento especifico para fibroses e aderências em cirurgia plástica, podendo ser associada ou não aos outros recursos fisioterapêuticos disponíveis.

Drenagem Linfática Manual (DLM): atua drenando os líquidos excedentes que banham as células e auxiliando na manutenção do equilíbrio hídrico dos espaços intersticiais. É responsável pela evacuação dos dejetos provenientes do metabolismo celular. Além disso, promove uma grande melhora no quadro álgico por diminuir a congestão tecidual, contribuindo também para o retorno precoce da sensibilidade cutânea local. O tratamento deve iniciar ainda na fase aguda, e a aplicação da técnica é realizada com pressões manuais suaves, lentas e rítmicas.

Dependendo do caso podemos associar outras técnicas para faciliar ou acelerar o processo, como Utlra Som (Manthus), Endermologia, Carboxiterapia e Radiofrequencia.

O início do tratamento, número de sessões e intervalos da mesma devem seguir a orientação médica e de acordo com cada cirurgia realizada.

FAÇA UMA AVALIAÇÃO

WhatsApp chat